Aarni















Se analisarmos somente pela capa, a primeira impressão que teremos é que Aarni definitivamente não é uma banda de Doom Metal, como vocês podem perceber abusa de cores e elementos não-tradicionais a uma banda desse estilo, talvez ela coubesse muito melhor a uma banda de stoner do que qualquer outra. Ainda que, a partir disso possamos achar trata-se apenas de uma brincadeira há uma coerência entre esta e a proposta musical que encontramos nesse cd, proposta por sinal, muito mais introspectiva do homem por trás desse projeto do que pelo conteúdo em si.

Indo ao que realmente interessa, Aarni é um one-man project de Master Warjomaa (Markus Marjomaa), guitarrista do Umbra Nihil, que, segundo o próprio, é mais uma terapia musical do que realmente um projeto destinado aos outros. Sendo assim, temos a construção de uma sonoridade que não pretende se submeter a amarras musicais, ainda que a coerência das musicas tenda ao Doom Metal encontramos elementos e construções diversificadas sobre esta roupagem, desde guitarras semi-acústicas e flautas que remetam a uma calma paisagem sonora até vocais densificados e sintetizadores, bem como as composições, que abordam sobre folclore finlandês, parapsicologia, mitologia, Lovecraft e outros temas em diferentes línguas, como o Finlandês, Latim Clássico, Inglês com elementos de Francês, Egípcio Antigo e Linguagem Enoquiana, 'da forma que melhor se encaixar sobre o som', segundo Warjomaa.

Altamente NÃO recomendado àqueles que buscam um Doom Metal puritano.

[official website] | [myspace] | [doom-metal.com]













Bathos [2004]

01 - Ονειροσκόπος (Oneiroskopos)
02 - Squaring The Circle
03 - Quinotaurus (Twelve Stars In Sight)
04 - Kivijumala
05 - V.I.T.R.I.O.L.
06 - The Thunder, Perfect Mindfuck
07 - Mental Fugue
08 - Niut Net Meru
09 - Kesäyö

[review in english]

[purchase]

[download]

Um comentário:

stela disse...

esqueceu de falar só da principal inspiração que é o erisianismo, mas tá bom