Ephel Duath




Ephel Duath é uma banda oriunda da Itália, que deu início as suas atividades em Fevereiro de 1998, com o intuito inicial de explorar diferentes nuances e universos dentro da esfera da música extrema (e seu nome foi retirado diretamente de um dos livros do Senhor dos Anéis, só para efeito de curiosidade :P). Tendo então seguido a veia do Metal extremo no começo de sua carreira, mas flertando com influências sinfônicas e progressivas até a época do primeiro álbum (o Phormula, de 2000) e chamado a atenção da mídia especializada e de bandas como Emperor e Opeth e assinado com a gravadora Earache.

Depois de mudanças no line-up e um período de inatividade um pouco depois do lançamento deste álbum, a banda retorna já com novos integrantes em seu staff, onde cada um deles tinha um diferente "background" musical, como em jazz/blues, hardcore/noise, funk (o estrangeiro, não o vomitório sonoro que é o funk daqui) junto com o de metal extremo. Isso deve ter contribuido para que o Ephel Duath tenha ampliado ainda mais o raio de experimentação em várias esferas musicais, passando a compor dessa vez mais calcado no Prog Metal e aderindo influências das mais diversas, como a de Jazz, Funk, música erudita contemporânea e outros, podendo conferir à banda o rótulo de Avant-garde Metal e comparações com bandas já famosas como Fantômas, Carnival In Coal e Unexpect.

Ao passar dos anos, a banda continua seguindo esse ritmo incessante e cada vez mais criativo de experimentações e divagações em vários cosmos musicais, até culminar em seu lançamento mais recente, chamado Through My Dog's Eyes, lançado no começo deste ano de 2009. Nele, pode-se perceber nitidamente o amálgama de diferentes influências e currículos musicais que cada integrante carrega e faz questão de explorar, mas ele apresenta ainda assim uma perspectiva diferente dos outros álbuns. Reparei que as músicas deste álbum são menos técnicas e mais easy-listening e atmosféricas, mas mantendo a essência dos trabalhos mais antigos. O álbum flui mais livremente, de uma forma tão mais natural a ponto de parecer que é composto de uma única música.

Hoje em dia, parece que há uma tendência maior de surgir bandas que exploram diferentes nuances musicais e as incorporam a uma estrutura metálica, levando os mais variados microcosmos do Metal a outros níveis e alturas bem como novos caminhos por onde essas experimentações podem seguir, e, com este álbum, o Ephel Duath já pode ser consolidado de vez entre este conjunto. O novo álbum pode não ser nada que vá mudar o curso da música por toda a eternidade, mas certamente é um trabalho instigante e muitíssimo interessante feito por uma banda que não tem medo de desbravar diferentes caminhos musicais e o faz com muita destreza e talento. Espero, com toda a sinceridade, que gostem deste novo álbum. ;)

[last.fm] | [myspace]





[2009] Through My Dog's Eyes


01 - Gift
02 - Promenade
03 - Breed
04 - Silent Door
05 - Bella Morte
06 - Nina
07 - Guardian
08 - Spider Shaped Leaves
09 - Bark Loud


[review in english]



[purchase]



[download]

Um comentário:

Law D. Oh disse...

lindo post, eu tinha até esquecido de baixar isso

farei agora!