Drudkh




Drudkh (tradução de "Floresta", em sâncristo) é uma banda formada nas terras frias da Ucrânia por Roman Saenko (que também é o mentor da banda Hate Forest), Thurios (líder da banda Astrofaes) e Yuri Sinitski. Não muito diferente das bandas onde seus membros participam, o Drudkh se dedica ao Black Metal sob um molde mais atmosférico e ambiental, calcando suas composições não exatamente na rispidez e na velocidade mas sim na cadência e no ambiente que elas são capazes de formar e assim envolver o ouvinte.

Um pouco diferente também das bandas supra-citadas, o Drudkh possui uma veia Folk extremamente marcante em sua música, talvez sendo o elemento mais marcante que nela, há. Basicamente toda a sua fonte de inspiração é derivada de poetas eslavos do século XIX, e também da mitologia local e dos aspectos folclóricos e naturais da região. Tudo isso é feito com um esmero e uma expressividade ímpar, a ponto de fazer com que nos sintamos realmente no meio dos bosques e florestas do Leste europeu, envoltos sob uma densa névoa e o perfume das matas e do céu estrelado, mesmo que estejamos sob terras tropicais e ensolaradas como essa em que eu vivo.

Tendo lançado 6 álbuns e um EP desde a sua formação em 2002, o Drudkh chega agora ao seu sétimo full-length, intitulado Microcosmos. Para quem já conhece a banda de outras eras, não há muito o que acrescentar. Todos os elementos que tornaram a banda conhecida e aclamada nas várias latitudes e longitudes terrestres está lá, em todo o seu primor, mas é possível perceber novas características em seu som. As músicas estão um pouco (veja bem, pouco!) mais aceleradas e variadas, flertando um pouco mais com o Doom/Death em alguns momentos. E algumas possuem até solo de guitarra (!), algo absurdamente raro nos meandros do metal negro, mas que, nesse caso, ficou sensacional!

Eu, particularmente, aprecio demais essas bandas de BM que se dedicam a uma abordagem mais bucólica e menos extremista. Junto com o Wolves In The Throne Room, afirmo que o Drudkh é o maior (e melhor) expoente do gênero, e o Microcosmos prova isso com todas as letras.
And that's all, folks. ;)

"During all its history, the band followed a 'no photos, no interviews, no website, no gigs' policy, which was nobly accepted by DRUDKH's new label Season of Mist. The absence of any comments or information from DRUDKH's side gave an opening to a few ignorant internet warrior-fans to spread rumors, that the band embraces extreme political views. This is absolutely misleading and a total profanation, since there is nothing in DRUDKH's music or lyrics that would suggest any political outlook. DRUDKH praise individualism, self-improvement and estrangement from modern values." Roman Saenko (2008)


[last.fm]
| [myspace]




[2009] Microcosmos

01 - Days That Passed
02 - Distant Cry Of Cranes
03 - Sun Of Great Nations Sits Down
04 - Ars Poetica
05 - Everything Unsaid Before
06 - Widow's Grief


[purchase]


[download] (mp4)

Um comentário:

sexy disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.